Técnicas Cirúrgicas

Sinais e sintomas:
Dor e estalidos localizados no ombro. O paciente alega dor na articulação ou na face posterior do ombro. A dor geralmente está relacionada à prática de atividade física com o braço elevado ou pode aparecer, em casos de lesões mais extensas, durante qualquer movimento de elevação ou rotação do ombro. Quando a lesão “SLAP” está relacionada à formação de um cisto (cisto paralabral), os sintomas podem ser constantes. A lesão pode iniciar-se de forma gradativa, com a prática de esportes que exigem movimentos de aceleração do braço ou pode iniciar-se após um traumatismo único (geralmente uma queda com o braço estendido).

Indicações de cirurgia:
Infelizmente, não existem indícios de que a lesão “SLAP” cicatrize por si só. A fisioterapia tem pouco a oferecer aos pacientes que sofrem dessa enfermidade. A cirurgia pode ser indicada para o indivíduo que apresente sintomas incompatíveis com a sua vida diária ou com a sua atividade esportiva.

O objetivo da cirurgia é suturar (costurar) o labrum descolado (a região superior, onde se origina a cabeça longa do bíceps braquial) com o auxílio de uma ou duas âncoras de sutura. Se um cisto estiver presente, é recomendada a sua retirada. Casos de pacientes com mais de 40 anos devem ser avaliados com cautela, podendo ser necessária a realização de uma outra técnica cirúrgica (tenodese da cabeça longa do bíceps) em substituição à técnica de fixação labral simples.

Sinais e sintomas:
Dor no ombro e na face externa do braço. Dificuldades para realizar a elevação do ombro. Piora de noite e em determinados movimentos. Início do quadro gradativo ou após um traumatismo.

Indicações de cirurgia:
– Lesão completa e de origem traumática (melhor se operada até 3 ou 4 meses após o traumatismo).
– Lesão completa que não respondeu bem à fisioterapia ou que apresenta risco de progressão.
– Lesão parcial que não respondeu bem à fisioterapia.

O propósito da cirurgia é suturar (costurar) o tendão rompido (tendão supra-espinal ou outros) com o auxílio de âncoras de sutura.

Instabilidade glenoumeral anterior traumática.

Sinais e sintomas:
Deslocamentos sucessivos do ombro que necessitam de movimentos do próprio paciente ou de outra pessoa para a redução. Início dos sintomas após um trauma inicial (primeira luxação após um traumatismo específico, bem definido).

Indicações de cirurgia:
A principal indicação de cirurgia é a ocorrência de repetidos episódios de deslocamento articular, gerando dificuldades para a realização de atividades esportivas ou atividades cotidianas.

O objetivo da cirurgia é suturar o labrum descolado (lesão de Bankart) com o auxílio de âncoras de sutura.

Sinais e sintomas:
Diferentemente das demais lesões do ombro, a OAC tem sintomas muito bem localizados, que se situam na região superior do ombro, na extremidade distal e mais saliente da clavícula. A dor aumenta com determinados movimentos, principalmente nos que exigem elevação do braço. Pode estar relacionada à prática de esporte de arremesso ou àqueles que usam raquetes. Mais raramente pode estar relacionada à prática da musculação. Neste último caso, ela apresenta algumas características distintas que, em conjunto, recebem o nome de “clavícula do halterofilista” ou “osteólise distal da clavícula” e está mais relacionada ao uso do bench-press / supino.

Indicações de cirurgia:
Infelizmente, assim como na lesão “SLAP”, existe pouco a se fazer com a fisioterapia. O uso de termoterapia e manipulações pelo fisioterapeuta que busquem diminuir o contacto entre as extremidades ósseas e ganhar espaço na articulação acromioclavicular podem ser eficazes. O uso da infiltração pode ajudar permanentemente, mas, na maioria das vezes, traz alívio apenas temporário. Algumas pessoas apresentam melhora com a simples modificação da atividade (por ex.: evitando o exercício de supino), mas nem todos melhoram com essa medida. Na falta de melhora com as medidas não-cirúrgicas, a cirurgia pode ser indicada.

O objetivo da cirurgia é a remoção de cerca de 8mm da extremidade distal da clavícula por meio de uma broca circular de alta rotação denominada surgical shaver.

Sinais e sintomas:
Dor pontual na face lateral do ombro. Os pacientes normalmente conseguem apontar com o dedo o local dos sintomas, diferentemente dos pacientes com lesão do manguito rotador, onde a dor é mais espalhada pelo ombro e pela face lateral do braço. A dor pode ser contínua ou se manifestar por períodos de crises.

Indicações de cirurgia:
Muitos pacientes sofrem dor de forte intensidade, onde qualquer movimento com o ombro provoca muita dor e que dura cerca de uma a duas semanas. Esses casos podem representar uma das diversas crises que o paciente irá sofrer ou pode significar que o organismo está eliminando a calcificação espontaneamente. Pacientes que não são capazes de eliminar a calcificação espontaneamente e que sofrem crises frequentes ou dor constante são, em princípio, bons candidatos para cirurgia.

O objetivo da cirurgia é retirar a calcificação (nódulo de cálcio) localizado dentro do tendão (geralmente o tendão supraespinal).